sexta-feira, 24 de abril de 2009

Ponto de Equilíbrio





Vivo uma fase da vida tão normal... Não normal no sentido de não ter novidades... Mas no caso de não se saber se é uma fase feliz, ou uma fase triste.
OK. Isso não é tão normal assim...
Mas é estranho, sabe?

Uma fase na qual tento me livrar de hábitos antigos e despir-me de certos sentimentos. E o que é mais engraçado é que estou conseguindo! Não de forma induzida, mas natural. Natural, porém estranha: muito estranha.
Sabe...De repente você reúne elos antes quebrados...Deixa certos preconceitos do passado de lado; esquece (ou pelo menos tenta esquecer) alguns detalhes... E você sabe que isso é um ponto positivo, sim, mas não tem certeza se é corretp levar adiante - muitas vezes até com medo de ser mal interpretada -. Embora eu quase sempre nunca ligue para a opinião alheia, não vou negar que uma vez ou outra eu pare pra pensar em como as pessoas julgam certas consequências de meus atos.
Passei há alguns dias atrás por um período extremamente brutal. Costumo dizer que me tornei a "Versão Feminina de Paulo Henrique" (um amigo lindo meu, mas super marrento UHEUHEUH). E agora, encaro uma fase Zen (até demais): - Sabe o que é tolerar coisas que no seus instinto jamais seriam aceitas? E ainda assim, aceitar isso, e sentir prazer?

Dizem que quem ama cuida, e por amor, acho que consigo suportar isso... Minha dúvida só consta em até quando. Por enquanto, estou que nem o signo de Libra, com os pratos da balança equilibrados. Resta esperar o próximo capítulo, pra ver que prato desce... ;D

2 comentários:

PoLLyzinhááá disse...

Costumo dizer que me tornei a "Versão Feminina de Paulo Henrique" (um amigo lindo meu, mas super marrento UHEUHEUH)


[/eu ri viu? hahaha, (6)

carol p. disse...

Costumo dizer que me tornei a "Versão Feminina de Paulo Henrique" (um amigo lindo meu, mas super marrento UHEUHEUH)


[/eu ri viu? hahaha, (6)[2]

vai durar pouco viu amiga? tu não fica quientinha por longo prazo ok? (;