sábado, 17 de janeiro de 2009

Amar, amando, AMADO.

Decidi que a minha primeira postagem do ano de 2009 teria que ser algo especial, pelo menos pra mim. E aqui vou eu!

Olhando no dicionário, vejo que amor é s.m. Afeição profunda, objeto dessa afeição, conjunto de fenômenos cerebrais e afetivos que constituem o instinto sexual; afeto a pessoas ou coisas; paixão; entusiasmo. a m o r.
Mas agora, na realidade, o que eu leio, o que eu vejo, o que eu escuto, nada mais me importa assim. Só importa na realidade, o que eu sinto. E hoje, eu não vou fazer como um dia já fiz: eu não abrirei mão do que eu sinto. Porque, nesse exato momento, só importará o que eu sinto. E sinto que esse é um dos melhores sentimentos que eu já pude sentir. - Eu sei que a repetição cansa - Só não me canso de dizer que amo. Durante poucos dias de Janeiro, aprendi coisas que não aprendi durante grande parte de minha vida: que amar, na verdade, não é acorrentar uma alma, e sim deixá-la livre; que permanecer unido é apenas uma das vertentes de um sentimento que de tão forte, muitas vezes chegaria a ser dilacerante, mas que podemos fazer com que a vertente impactante do sentimento seja apenas, nada mais nada menos, como uma simples brisa que invade a alma, e deixa o olhar mais leve, menos carregado; e uma calma arrebatadora se irradia. Isso é amor.
O meu grande amor disse-me certo dia que às vezes o medo, é uma coragem que se esconde. Então eu decidi que eu deveria usar e abusar do meu excesso de coragem, e mostrá-la pra todos que eu tenho orgulho de amar quem eu amo, e que eu seria capaz de largar minhas manias, ironias, e preocupações de lado, e me transformar no melhor que eu posso ser. Por amor. Nada mais que por amor. Talvez um pouco de garra, e vontade de viver. Mas simples e principalmente p o r a m o r.
Amar é necessário, ou muito, ou amiúde... É preciso amar direito, ou até mesmo todo. Amar é o que importa, e disso eu nunca mais abro mão.

2 comentários:

Cida disse...

Gaaaaaaaata, amei esse texto!
E concordo profundamente com você, tem é que AMAR mesmo, sem medo de nadaaaaaa =]]
E precisando, eu tô aqui!

beijo (L)

Thainá disse...

concordo profundamente com você [2]
que liiiiindo *-*

p.s: quando começar a ganhar dinheiro com seus textos lembra de mim viu? cute*