segunda-feira, 20 de abril de 2009

E = mc²


Foi-se o tempo que falar de amor rendia comentários. Eu queria não falar de amor por um bom tempo, mas é meio que difícil. Não digo impossível, pois ao falar que prefiro não falar de amor, automaticamente já estou falando de amor.
Sim, sou um pleonasmo.
Repito ideias, gestos, cometo os mesmos erros, falando sempre as mesmas bobagens (ou não, necessariamente).
Partindo dos pleonasmos da minha vida, vou falar sobre a Antítese. Pois acima de um pleonasmo inteiro, eu sou uma perfeita, uma extrema e irracional antítese woman. Antítese, pra quem não sabe, é algo que consiste na exposição de idéias opostas. E assim sou eu, não só eu, mas aposto que 99% das pessoas. Muitas vezes saber a escolha "certa" a ser tomada (se é que há uma) é muito difícil!
Muitas vezes tomamos uma decisão que ontem, achávamos que era certa, mas hoje vemos que estava errada. Nunca fui do tipo de pessoa de me arrepender das coisas que faço, mas há coisas que são inevitáveis, e você sempre se pergunta: "Onde é que eu tava com a cabeça", "Onde foi que eu errei?", e coisas do tipo...Sempre tento ser racional, ao tomar certos tipos de decisões. Mas maior que o meu eu racional, é meu instinto pisciano, que me tira os pés do chão e me faz sair voando por aí...E quando a razão dá lugar à emoção (quase sempre ¬¬'), aí você já viu, né? Mas prefiro sempre lembrar que o futuro é algo incerto, e só a Deus pertence...E embora meu instinto pisciano sussurre aos meus ouvidos que O futuro é lindo, branco, infinito, vou sempre tentar lembrar que ele pode ser feio, assustador, obscuro, e que pode acabar tudo bem ou de repente tudo mal...Enfim, como diria Einstein, tudo é relativo, não? !

6 comentários:

Buby disse...

com certeza, tudo é sim muito relativo

disse...

Antítese e pleonasmo? HASIHASOUH, faltei na aula de português ^^ tudo é relativo até demais :)

LúBrito disse...

Concordo contigo, apesar de sermos racionais, erramos, mas a vida nos torna um eterno aprendiz e estaremos sempre evoluindo com nossos erros! Adorei a postagem, gata. ;*

rol disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Lícia Helena disse...

muito bom, Karol. Muito bom mesmo, você nem imagina como esse texto disse muito pra mim. PARABÉNS!!!

Orrico disse...

karol = nerd