sexta-feira, 11 de setembro de 2009

Happy Birthday, Obama

"Duas poderosas colunas de luz se erguem perpendiculares à linha do litoral de Manhattan para chocar-se contra um bloco de nuvens baixas. O tributo silencioso, os 88 refletores que desde 2004 são ligados três dias antes do aniversário do atentado que destruiu as Torres Gêmeas, em 11 de setembro de 2001, pode ser visto nítido e impotente do Fort Green Park, no Brooklyn".

Mas americano é mermo um bicho cinematográfico, ok? Certa tá a minha professora de História que disse que deveriam fazer outro ataque pra "comemorar" os nove anos do 11 de Setembro. AUHUSHAHSHHAUHS
Certo também que o humor negro e antiamericano dela é sem tamanho, mas venhamos e convenhamos que americano também abusa da boa vontade alheia, visse?
Enquanto os mesmos americanos, que hoje choram a morte de cerca de 3.278, mês passado (exatamente a 6 e 9 de Agosto) quase ninguém comentava ou fazia "homenagens luminosas" para os 140 mil mortos em Hiroshima ou pros 80 mil em Nagasaki, sem contar os que morreram em decorrência da radiação. Fort Green Park? Não, não. No máximo uma propaganda da Som Livre na Globo do CD de Ney Mato Grosso apenas com a faixa "Rosa de Hiroshima", um poema de Vinicius. Mas... Quem se importa, né?
Happy Birthday, Obama


2 comentários:

soltei, travei, calei e parei :x disse...

Nooussa, isso é completamente verdade e esse cinema toodo vem desde os filmes legais de cowboy.. norte americano invade, destroi e no final sempre é o héroi da parada :)
happy, happy birthday dear. ¬¬

Naaaany ☼ disse...

puuuuutz >.< é mais 'conveniente'/fácil/simples esquecer; passar por cima..