terça-feira, 8 de dezembro de 2009

o nENEM que foi abortado;*

Este fim de semana, assim como 4,1 milhões de incritos (me senti o Jornal Nacional ¬¬), estive fazendo o ENEM - (Exame do Nível de Estresse por Minuto). Um calor infernal (detalhe que na sala que eu fiquei havia apenas UM VENTILADOR, e do outro lado da sala [y]) que nem três garrafas de água (que acabaram esquentando também) foram capazes de amenizar; uma prova com um nível não muito difícil, mas devido à grande quantidade e ao tamanho das questões, você ia se saturando a cada questão que passava.
Achei desumano. Pronto. Falei =x
No primeiro dia me estressei muito. Saí como se tivesse fazendo realmente um Exame de Ressonância Magnética.

No segundo, não dei muita bola pra pressão. Escrevi a redação, e a cada questão de códigos e linguagens que eu ia fazendo (e tinha quase certeza que tinha acertado todas) eu cantava "We Are The Champions" do Queen (por dentro, claro - e só não me pergunte o porquê dessa música, porque nem eu sei). Quando cheguei na de matemática, fiz o cálculo de algumas e achei algumas alternativas interessantes pra marcar (HUM). Mas os ponteiros do relógio pareciam que queriam se classificar pros jogos do Rio2016.
Aí eu me aborreci! Eu querendo fazer a prova, e eles curtindo com a minha cara ;) Me irritei. Passei as que eu já tinha feito pra folha, e as outras fui no A de Amor, B de Baixinho, C de Cristo (não, não, chega de coração - adeus sentimentalidades), D de Deus (ou de Dado, quem sabe um dado mudasse a minha sorte HUM), e é de Espírito Santo.

Fui alternando.
Acabei a prova. E fiquei MUUUUUUUUUUUITO contente, em saber que meu pai não iria me buscar simplesmente porque estava de moto, e com uma "leve" preguiça de arranjar a merda de um capacete pra ir me buscar ;D.
Eu num bairro que nunca vi nem a cor (porque o ENEM faz isso, heim?); sozinha - achei um ponto de ônibus (que não passava ônibus), a rua totalmente deserta, fora as pessoas que tinham feito o ENEM - esperamos todos por mais de uma hora - ligo pra meu pai que manda eu "me virar" e procurar um motoboy (p.s.: nem sinal de motoboy ou táxi por ali).
Resultado: saindo 5:20 da prova, fui conseguir pegar um GOL (Grande Ônibus Lotado) 7:10 da noite!!!!! Minha tia foi me pegar na estação de transbordo 7:40, fui pra casa tomei um banho em tempo recorde, e ainda conseguir pegar uma parte ínfima do culto: 8:10 :D.



Beleza, joinha (Y).

Se servir de consolo, acertei 39 de 44 questões de Códigos e Linguagens, e pelo menos pude assistir o finalzinho do jogo num trailler na frente do ponto, e ver o meu time ser campeão brasileiro =D.
É a vida, é a vaca (que ainda está de cara feia pro pai...)

2 comentários:

victoria disse...

adoro ler seu blog!!!
é muito divertido !!!
tee amooo muitoo!!!!!
você muito divertida!!
xero princesa!

Naaaany ☼ disse...

ráaaaaaaaaaaaa,
eu me dei mal assim na prova da ufba >_<



isso acontece com todo mundo. eu atesto isso,vaka =D