segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Retrospectiva Mal Feita.

Em 2009, a expectativa de todos era que 2010 honrasse seu nome e fosse, de fato, nota dez. Apesar do meu incrível pessimismo, tentei acreditar. E começou bem. Entre cursinho e colégio, fiz novos amigos, conheci gente nova. Mas o "meio do ano" começou como uma brincadeira de mau gosto - o ano que eu pretendia estudar muito (e até que estudei), foi o ano que tive mais doença (sem hipocondria barata, claro), e até cirurgia rolou. No entanto, como minha mãe me diz, vaso ruim não quebra. E a situação bizarra me fez parar pra repensar toda minha vida. Tudo bem que a minha primeira reação foi me afastar das pessoas que mais amava. Como Mel e Rafa, Larah, Paulo Henrique, Buby, Lícia, Mayana, Renas, Ace's e afins. Mas nem esse afloramento me impediu de criar novos laços, e ficar assistindo Ana Maria Braga em casa rendeu-me a maior aproximação com minha concorrente-colega de apartamento - jornalista por um dia (e para sempre) Naaaany; Rafabesti e seus conselhos infalíveis!, com Vânia e Brenda que ficaram o tempo todo do meu lado (nem que fosse pra tirar foto no meu leito com cracházinho de visitante), e mesmo longe, Cicinho, meu anão de jardim =D. E me aproximei de um menino besta, insuportável e gordo, o meu loFe *-*, DiogRo e nós, com muita garra, força e fé podemos encher o pulmão e dizer "caralho, a gente foi pro show de Los Hermanos!". Aaaaaaah ainda Gustavo, que me tirou das situações "broken heart" da vida \o/?
Gente, e as aulas de inglês onde, depois de conversar, o que eu mais fazia era ir pro fundo da sala e dormir? Quando juntava com Felipe Borges então? Wendell (e sua camisa de sempre) = Cabelos Bracos. Minhas piadinhas sem graça são um capítulo à parte.
Embora eu não tenha conseguido expressar toda minha nostalgia em um post "pra sempre, sempre acaba", e colocar pra fora a saudade que vou ter de meu "currículo escolar", sei o quanto vai ser estranho, acordar todos os dias de manhã, entrar numa sala de aula e não encontrar Cebolão me chamando de "minha linda" ou Evandro, Fonga e Hugo com seus carinhos pegajosos -.-. Não ter Victinho ou Yssa pra apertar as bochechas, nem Clarinha ou Dêssa pra chamar de "miga" e soltar venenos!
Esse fim de ano, o fim da "reconciliação" (e não é fichinha de fim de ano), fiz as pazes com Monaliza, Prokó, Alanão, e até Cleópatra (quem diria heim?).
Nossa, no trânsito entre colégio e cursinho conheci tanta gente diferente. E essas "viagens pró-vestibulares"? Ter João Victor pedindo pra "matarem esse bicho", Chico e seus 76% na UFBA (soufoda), X-Peru e sua rebordosa (que na verdade de rebordosa não tinha nada), Matheus ouvindo vozes, Silvya; ou lembrar do velho point 227 foi um graaaaaaaaande prazer! Thaiz, Mara e a outra Thaís sem ser A Virgem eu nem comento. Meus verdadeiros presentes de Natal! =D
E é impossível esquecer de Cruz com a SBPC, e nossa incrível vontade de beber cachaça (que acabou indo pras cucuias), heim, Celete, Lollete, Brunete e Laranjete?.
Sinto muita falta de Lêu, Juninho e Pri. E de minha eterna best, Letícia? Lice? Karen? Jorge? Tuirão? De Phillipe. De Deni, de Tiago, do meu teatro do CUCA. Sempre.
Independente do que venha a acontecer daqui pra frente, eu nunca vou esquecer de nada que vivi com nenhum de vocês. Lembro como se fosse hoje, na verdade, há 2 anos atrás, eu fiz um post de "despedida" e tinha uma cacetaaaaaaada de nomes, a prova concreta de que com o tempo a nossa vida vai afunilando, e só ficam mesmo aqueles que podem ser chamados de amigos. Sei que não sou meiga, ou carinhosa e tenho medo de abraçar "o mundo", mas gosto muito de vocês e isso é sincero. Não importa o que aconteça, de minha memória vocês não saem.


4 comentários:

Chico disse...

76% que atualizou pra 78% não é pra qualquer uma não viu. Que fique registrado: SOUFODA!

Diogo disse...

Insuportável é sua mãe (y). Mas até que o show foi legal \o/. Enfim... morra, cretina! hunf (s2 *-*)

Cicinho disse...

anão é seu pai --'

Anônimo disse...

my eggs que afunilou..
tu é minha, independente de passar um ano sem me ver..